Fronteira Argentina

Fronteira Argentina || Novidades sobre a reabertura da Ponte Tancredo Neves

*Observação: a Ponte Tancredo Neves já possui data para reabertura. Confira a matéria clicando aqui!

Foz do Iguaçu é muito famosa por diversas coisas, uma delas é a Fronteira Argentina e Paraguai.

Hoje o nosso foco é o lado argentino e já vamos logo adiantando que tem uma novidade incrível sobre ela. Bora lá?

Veja também: Roteiros para Foz do Iguaçu

Fronteira Argentina || Situação atual da fronteira

Se você tá por dentro das notícias que envolvem a tríplice fronteira, é bem provável que você já saiba que a fronteira argentina estava temporariamente fechada, devido a pandemia do Coronavírus.

Foi um ano bem difícil e para tentar conter a pandemia na região, o governo argentino decidiu fechar as portas.

Há um bom tempo que os empresários de Porto Iguaçu prezavam por uma possível reabertura da fronteira argentina.

O turismo acabou sendo um dos mais afetados com isso, já que a situação perdura desde março de 2020, inicio da pandemia.

Mas para a felicidade de todos e bem geral da nação, o governo de Missiones nos deu uma ótima notícia: a ponte vai abrir, meus caros.

E pra deixar você bem informado de tudo que vai rolar nessa reabertura da ponte, nós preparamos esse blog explicando como vai funcionar. Segue aí!

Veja também: La Mansa Paraguai

Fronteira Argentina cataratas lado argentino
Cataratas lado argentino || Cedida pelo atrativo

E agora? Como fica a Fronteira Argentina?

A fronteira argentina está aberta mesmo? Não é brincadeirinha?

É claro que não é brincadeira e nós vamos te explicar tudo certinho.

Foi solicitado a reabertura da ponte na tentativa de reativar uma das áreas tão machucadas pela crise. Acontece que a Argentina sofreu bastante e eles aproveitaram a queda nos casos para pensar no assunto.

Foi então que, no dia 20 de agosto, foi apresentado ao governo o protocolo de saúde para a abertura da Ponte Tancredo Neves, responsável por ligar o município argentino de Porto Iguaçu com Foz do Iguaçu.

Mas ainda há algumas restrições a serem seguidas, okay?

De acordo com o documento, prevê-se que a entrada no país será cotada. Por dia poderão atravessar a fronteira argentina 800 estrangeiros e 1000 argentinos.

Dentre os 1000 argentinos, entram também na conta os turistas que visitam as Cataratas do Iguaçu do lado brasileiro e os funcionários do free shop aqui da fronteira.

Se a intenção é a visitação ou de usufruir os serviços de gastronomia, é preciso que você apresente uma reserva prévia, seja de hotel ou do atrativo em questão.

O documento também permite que aqueles argentinos, hoje fora do país, retornem por essa parte da fronteira argentina.

Ah, e qualquer pessoa que entrar no território argentino deve utilizar os mecanismos eletrônicos de geolocalização e autoteste pré estabelecidos no documento oficial.

Veja também: Como se preparar para visitar a Terra das Cataratas?

Protocolos de saúde

E sobre os protocolos de segurança, Go? O que vai mudar e o que vai permanecer? Calma que eu te conto.

A princípio, ao entrar no país vizinho, será obrigatória a apresentação de um comprovante de, pelo menos, uma dose da vacina contra o Covid-19, acompanhado de um documento de identidade.

Ao que tudo indica, também será obrigatório apresentar um teste de Covid-19, realizado em menos de 48 horas. Se não estiver com o teste em mãos, ele poderá ser realizado no centro de provas instalado na zona aduaneira.

Os argentinos que estão atualmente fora do país e desejam voltar, precisam esclarecer isso e dizer a rota pelo qual farão a volta para casa.

Para que isso aconteça, o cidadão deve ter o aplicativo “Missões Digitais”, como forma de controle. O aplicativo serve para controlar a movimentação na área de fronteira e evitar possíveis desvios.

Para os turistas que saem da fronteira argentina, estes devem registrar no posto de controle, caso pretendam voltar em menos de 24 horas. Assim, não será necessário apresentar um novo teste negativado.

Caso o turista tente a entrada e apresente um resultado positivo no teste rápido, ele deve ficar em isolamento preventivo pelo tempo que determinarem as autoridades sanitárias.

O isolamento deve ser cumprido no lugar onde o mesmo efetuou reserva, seja hotel ou qualquer meio de hospedagem e o alojamento deve ser obrigado a preparar um quarto especial para que isso aconteça.

Veja também: 11 Motivos para visitar Foz do Iguaçu

Fronteira Argentina free shop
Duty Free Argentina || Cedida pelo atrativo

Fronteira Argentina || Turismo e Economia

E isso vai mesmo ajudar na situação da fronteira argentina?

Ainda não se sabe, com certeza, quando será a data de abertura, já que o governo se reuniu com o ministro da saúde, Oscar Alarcón, neste dia 24 de agosto, terça-feira.

Junto dele, estava o ministro do turismo e ambos esperam que o governo atenda aos pedidos.

Durante a pandemia, cerca de 20% dos estabelecimentos de Porto Iguaçu foram fechados e outros 30% mantiveram-se com as portas trancadas temporariamente.

A esperança agora é que, com esse avanço na vacinação de ambos os países, as fronteiras se abram logo e o comércio possa retomar de onde parou.

Veja também: 10 lugares para viajar sozinho

O que fazer na Argentina?

E que tal aproveitar essa reabertura da fronteira argentina para dar uma passeadinha por Porto Iguaçu?

Com essa reabertura da ponte Tancredo Neves, ou como carinhosamente chamamos de “Ponte da Fraternidade”, você pode aproveitar para dar uma passeada na feirinha, famosa pelos vinhos e comidinhas deliciosas.

E que tal fazer uma visitinha as Cataratas do Iguaçu do lado argentino? Ou quem sabe caminhar as margens do rio Iguaçu e visitar o obelisco, no Marco das Três Fronteiras.

Há quem diga que a cidade tem um brilho especial e mágico durante a noite. E você só vai descobrir atravessando. Vamos lá? Não esquece de nos trazer uma empadinha, hein!

Veja também: O que fazer em Puerto Iguazu?

Documentos para atravessar a fronteira argentina

Dentre os documentos necessários para atravessar a fronteira argentina estão os específicos que a gente citou acima.

Relembrando: teste negativado do Covid-19, comprovante de vacina com, pelo menos, a primeira dose e documento de reserva, para o caso de ser turista.

Agora vamos para os documentos de sempre, começando por um documento oficial com foto. Vale CNH e RG.

O passaporte é necessário? Não, não é. A Argentina está entre os países que não precisam de passaporte, então ele só será necessário se você quiser um vistinho nele.

Se for menor de idade, é bom ressaltar, que é necessário a presença dos pais ou responsáveis. Caso um dos responsáveis não esteja presente, um comprovante de ciência autenticado em cartório serve.

Quer saber mais informações sobre a documentação? Acesse documentos para atravessar as fronteiras de Foz do Iguaçu.

Fronteira Argentina argentine experience
Argentine Experience || Cedida pelo atrativo

Fronteira Argentina || Conclusão

E aí? Gostou da matéria? Então aproveita essa reabertura da fronteira argentina e bora dar uma passeada lá.

Já segue a gente nas redes sociais, assim você não perde nenhuma novidade de Foz do Iguaçu, inclusive a data certa de reabertura da ponte.

E dá uma passadinha no nosso blog também, lá tá cheio de coisa bacana pra você sobre o turismo e afins.

E se estiver pensando em visitar a Terra das Cataratas, que tal vir com a gente? Faça como a Marê e visite Foz com a Go Iguassu! Veja a pub fofíssima que ela fez no Instagram clicando aqui!

Um enorme beijo e a gente se vê na próxima!

Mais matérias que você pode gostar:

» História das Cataratas do Iguaçu

» Foz como destino mais seguro do Brasil

» Parque Nacional do Iguaçu – Guia do visitante

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

treze − 10 =