parque das aves

Parque das Aves || Conecte-se com a natureza 

O Parque das Aves é considerado um verdadeiro santuário para milhares de animais não só aéreos como também terrestres.

Ele se tornou famoso não só por seu objetivo de preservar a flora e principalmente a fauna da Mata Atlântica, mas também por ensinar sobre o meio-ambiente a todos.

Por ser um lugar extremamente importante, tanto quanto as famosas Cataratas, a Go Iguassu resolveu trazer tudo sobre o Parque das Aves para você.

Então vem com a gente, vamos falar sobre os seguintes tópicos:

  • Conheça a Mata Atlântica
  • História do Parque das Aves
  • O Parque das Aves nos dias de hoje
  • Se conectando com a natureza
    • Protocolos sanitários
    • Informações básicas
    • Ingressos
  • Como se preparar para o Parque das Aves
  • Últimas novidades do Parque das Aves
    • Comes e bebes
    • Alimentando os periquitos
    • Certificação Nacional
arara-vermelha
Arara-Vermelha || RE Assessoria

Conheça a Mata Atlântica

Antes de falar sobre o Parque das Aves em si, é preciso conhecer um pouco sobre a região onde ela se encontra.

O Brasil é dividido em diversos biomas, que resumidamente são conjuntos de vida vegetal e animal. A Mata Atlântica corresponde a aproximadamente 15% do território do país.

Ela se encontra principalmente nas regiões litorâneas e no Sul do Brasil, incluindo Foz do Iguaçu. Assim sendo, o Parque das Aves está localizado dentro desse bioma.

“Mas Go, por que é tão importante saber sobre a Mata Atlântica?”

A questão é que, atualmente, há apenas 27% do que era a Mata Atlântica original. Um dos trabalhos do Parque das Aves é justamente preservar a fauna e flora desse bioma tão importante no Brasil.

Você sabia que cerca de 8% de todas as espécies de biodiversidade do planeta ficam nesse bioma? Isso torna a Mata Atlântica a mais biodiversa do mundo.

Dentre os animais que vivem nesse bioma, encontram-se a arara-azul-pequena, o quati, a anta, a capivara, a  cutia, o veado e a famosa onça-pintada.

Já na flora podemos encontrar as orquídeas, os ipês, as palmeiras,as  figueiras, as begônias, as araucárias, símbolo do Paraná, e o famoso pau-brasil, que inclusive deu origem ao nome do nosso país.

E aproveitando que estamos falando sobre a Mata Atlântica, vamos abordar um pouco sobre o clima daqui? Isso será bem útil para você se preparar para conhecer Foz do Iguaçu.

As temperaturas do clima Subtropical, encontrado na região Sul, são elevadas no verão, variando de 25°C a 35°C, e baixas no inverno, indo de 0°C a 15°C.

As estações são bem definidas e as chuvas são bem distribuídas ao longo do ano, porém com mais frequência na primavera e no verão.

Essas informações são bem interessantes na hora de arrumar a mala. Mas para saber tudo sobre esse assunto você pode ler essa matéria.

jacaré parque das aves
Parque das Aves || RE Assessoria

História do Parque das Aves

Agora que você sabe sobre o bioma o qual pertence o Parque das Aves, podemos falar sobre suas origens. E por falar nisso, você sabia que sua história não começa no Brasil?

Para isso vamos ter que pegar um vira-tempo e viajar para 1976, quando dois amantes de animais viraram amantes um do outro.

Anna-Sophie Helene e Dennis Croukamp se conheceram na Namíbia, um país da África. Após esse encontro nada mais seria o mesmo.

O casal ganhou um papagaio-do-congo, batizado de Pumuckl, e também duas filhas. A partir daí o amor por aves floresceu em toda a família.

Contudo, a história do Parque não vem direto de Namíbia para o Brasil. Antes disso, a trajetória dessa história se direciona para a Ilha de Man, no Reino Unido, em 1990.

É lá que a ideia de um parque que preservasse a fauna surgiu. Mas quer saber de uma coisa? A princípio, o amigo do casal que deu essa ideia sugeriu que fosse um viveiro de crocodilos.

A ideia do parque agradou a todos, porém Dennis modificou o tema, trazendo por fim as aves para esse plano.

Como o projeto original era abrir na cidade de Foz do Iguaçu, eles trouxeram o livro “Português em 3 meses” para auxiliá-los. E foi assim que, em 1993, o casal comprou 16,5 hectares do ladinho do Parque Nacional do Iguaçu.

Por fim, era hora de pôr a mão na massa e construir o que hoje conhecemos como Parque das Aves. Com duas filhas para cuidar, um parque enorme para construir sem derrubar nenhuma árvore nativa, Anna e Dennis receberam ajuda de várias pessoas.

No início de 1994, o Parque recebeu ajuda de zoológicos de todo o mundo, recebendo doações ou empréstimos de aves resgatadas pelo Ibama para que se reproduzissem no local.

No mesmo ano, um amigo da família, John Leggat, veio para Foz e contribui bastante fundando o borboletário dentro do parque.

A inauguração oficial do Parque das Aves ocorreu no dia 7 de outubro de 1994 com muita alegria por todas as partes envolvidas.

alimentação de periquitos
Alimentando os periquitos || RE Assessoria

O Parque das Aves nos dias de hoje

É uma história bem interessante, não é mesmo? Daria até pra escrever um livro sobre todas as aventuras do casal.

E por falar nisso, que tal dar uma olhadinha em filmes e livros sobre viagem?

Mas voltando ao que interessa, o Parque das Aves funciona até os dias atuais e faz muito sucesso com todo o tipo de público, desde crianças até adultos mais velhos.

Hoje, o estabelecimento contém mais de 1300 aves e mais de 130 espécies, além de répteis e, claro, o borboletário.

Mesmo após 27 anos de sua inauguração, o Parque das Aves continua sendo a única instituição do mundo focada na conservação das aves da Mata Atlântica, o que torna o trabalho de toda a equipe muito mais importante.

Além disso, não podendo perder a oportunidade, esse espaço de lazer também é responsável por educar os visitantes sobre a natureza, possuindo inclusive um Departamento de Educação Ambiental.

Uma curiosidade interessante sobre os visitantes, que são em torno de 830 mil por ano, é que dentre eles há uma média de 30 mil alunos e grupos escolares que vão para receber educação ambiental.

Um dos principais trabalhos do Parque das Aves é preservar e conservar espécies ameaçadas de extinção. Essa decisão foi reforçada em 2010, quando a diretora Carmel Croukamp tomou conhecimento da extinção da pombinha pararu-espelho.

Desde então, o parque luta contra o desaparecimento de qualquer outra ave e no contrabando das mesmas.

Se conectando com a natureza

Agora que você já sabe bastante sobre o santuário das aves de Foz do Iguaçu, está na hora de saber como conhecer o local.

Como é de se imaginar, aqui você vai poder se conectar com a natureza de uma forma espetacular, passando pelos viveiros e chegando bem pertinho de milhares de espécies.

E para você poder aproveitar vai precisar saber do horário de funcionamento, onde fica, como comprar o ingresso e assim por diante.

Então vamos lá, temos muita coisa pra conversar sobre esse lugar.

Ah, e você sabia que o Parque das Aves é um dos passeios mais baratos de Foz? E se quiser saber quais são os outros basta ler essa matéria!

coruja no parque das aves
Coruja-Buraqueira || RE Assessoria

Protocolos sanitários

É sempre bom lembrar que estamos em tempo de pandemia, e por isso, o Parque das Aves segue protocolos sanitários para a segurança de todos.

A principal informação que você deve saber referente aos protocolos é a compra do ingresso. As entradas estão limitadas e por isso é interessante você comprar antecipadamente.

Além disso, o uso de máscara é obrigatório durante toda a visita, apenas crianças de até 5 anos que são exceções. O distanciamento de 2 metros, medição de temperatura e uso de álcool em gel também são necessários.

Em locais que normalmente geram aglomerações, como as filas e as entradas dos viveiros, foram colocadas marcações no chão e placas indicativas nas mesas para assim assegurar o distanciamento

Informações básicas

Foz do Iguaçu é uma cidade consideravelmente grande, com uma área de aproximadamente 618 km².

Mas não se desespere, o GPS sempre pode te ajudar a chegar no local, que fica na Av. das Cataratas, n° 12450, em frente ao Parque Nacional do Iguaçu.

Ou se você preferir, pode ir com os transportes da Combo Iguassu e, se quiser dirigir mas não tiver vindo com seu próprio veículo, a Go Iguassu te oferece  uma variedade de opções de carros para alugar.

O horário de funcionamento é de terça a domingo das 9h às 16h e a duração do passeio gira em torno de 2h.

Ingressos

Os ingressos podem ser adquiridos à parte pela Combo Iguassu nesse link, por um preço de R$ 29,90 a R$ 59.

Contudo, você sabia que compensa comprar os ingressos em pacotes? Isso porque acaba saindo por um preço mais em conta e você ainda garante ingresso para outros lugares.

Na Go Iguassu você pode estar comprando pelos seguintes pacotes:

> Combo Aventura

> Combo Família

Para mais informações você pode entrar em contato com nossa central de atendimento.

criança no parque
Parque das Aves || RE Assessoria

Como se preparar para o Parque das Aves

Visitar o Parque das Aves precisa de um preparo especial, mas fica tranquilo que não é nenhuma atividade física nem nada do que está pensando.

O preparo que você precisa é o que levar e como se vestir. Então vamos lá!

Por ser um passeio que envolve caminhada, a melhor opção é ir de roupas leves e confortáveis e com um calçado que não machuque ao longo do tempo.

E ao visitar, é bom levar uma mochilinha com alguns itens que serão muito úteis durante o percurso. Você deve levar:

  • Protetor solar, mesmo com bastante árvores durante o trajeto;
  • Garrafa de água para aproveitar os bebedouros gratuitos que tem lá;
  • Repelente para afastar os mosquitos indesejáveis;
  • Documentos que são necessários em todos os lugares.

E por falar nesse último tópico, dê uma olhadinha nos documentos necessários para entrar na Argentina e no Paraguai.

Últimas novidades do Parque das Aves

Uma reserva tão grande e tão importante se atualiza frequentemente, certo? Certo!

Então agora vamos ver todas as novidades do Parque das Aves, algumas para você fazer, outras para você ter conhecimento.

Comes, bebes e souvenires

Quem não gosta de bater uma boquinha e comprar lembrancinha pra si mesmo ou para alguém especial, não é mesmo?

Então saiba que dentro do Parque das Aves você pode se deliciar com o restaurante Sabores da Floresta e pedir um prato feito para almoçar tranquilamente, ou um lanche e porções.

Você também pode se refrescar com sucos naturais, coquetéis, cafés e chás, refrigerantes e chopp. Para finalizar, uma sobremesa deliciosa como salada de frutas e açaí.

No final do trajeto você também pode passar na lojinha e comprar várias lembranças do Parque, como camisetas, bichinhos de pelúcia, livros, canetas, colares, brincos, anéis e diversos outros.

Alimentando os periquitos

Outra novidade também é relacionada a comida, mas não pra você. Que tal alimentar os periquitos?

Por apenas R$ 10,00, você pode entrar numa passarela especial do viveiro dos periquitos, pegar uma colher de pau e alimentá-los.

Você fica pertinho dos pássaros, tira fotos maravilhosas e tem uma experiência única.

Certificação Nacional

A mais recente novidade é a Certificação Nacional em Bem-Estar Animal obtida em 2019. Esse certificado assegura que os processos realizados no parque garantem o bem-estar dos animais.

No Brasil, apenas 10 instituições receberam esse certificado que é decidido pela Associação de Zoológicos e Aquários do Brasil.

E saiba que a conquista desse certificado é bem difícil, para saber mais sobre você pode estar lendo essa matéria.

restaurante
Restaurante Parque das Aves || RE Assessoria

Parque das Aves || Conclusão

E aí, gostou da nossa matéria? Agora que você já sabe absolutamente tudo sobre o Parque das Aves pode vir pra Foz.

Ah, e quando vier que tal se hospedar no Pop Hotel? Um hotel 3 estrelas perfeito para todos os públicos.

E além disso, quando vier já sabe que pode contar com os nossos serviços né? Veja só a publicação que o João Paulo fez quando visitou o Parque das Aves com a Go.

Compartilhe essa matéria com seus amigos e familiares e comente aqui o que achou e nos dê sugestões de matérias que gostaria de ler aqui no nosso blog.

Fique ligado também em nossas redes sociais para ficar por dentro de tudo em Foz do Iguaçu e região.

Escrito e publicado por Diego Brito

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

9 − 6 =