Rio Iguaçu e Rio Paraná || Curiosidades com a Go Iguassu

Você já visitou a cidade de Foz do Iguaçu? Você é daqui? Que legal, e você conhece algumas curiosidades sobre o Rio Iguaçu e o Rio Paraná?

A cidade recebe milhões de turistas durante todo o ano vindo de várias regiões brasileiras e até mesmo de diversos países estrangeiros e a maioria não sabe as origens nem sequer a existência de lendas por trás de dois dos rios mais importantes do Paraná.

Então venha comigo, eu garanto a você que vai gostar de tudo o que eu te contar. Afinal, os rios são muito mais do que apenas um caminho de água.

Veja também: Roteiro de viagem para Foz do Iguaçu

Marco das Três Fronteiras || Via Marcos Labanca

Uma viagem no tempo || Rio Iguaçu e Rio Paraná

Rio Iguaçu

Nossa história começa com o Rio Iguaçu, em torno dos anos 1542. Lá nesses tempos um cara chamado Álvar Núñez Cabeza de Vaca, explorador espanhol, encontrou o rio, onde dois povos nativos viviam, o Guarani e o Kaigangue.

No idioma desses dois povos, Iguaçu quer dizer “água grande” ou “muita água”. Esse nome foi escolhido por razões óbvias para quem visse o rio, sua extensão era gigante e a quantidade de água nunca foi pouca.

Após Cabeza de Vaca ter encontrado o Rio Iguaçu, os bandeirantes começaram a se interessar pela região e começaram a vir pro Sul, dando início a civilização estrangeira.

Com a vinda dos bandeirantes, os ciclos econômicos também foram criados lá pelos séculos XIX e XX, sendo os principais o da erva-mate e o da madeira.

Extra

Em homenagem a Álvar Cabeza de Vaca, o ponto turístico Marco das Três Fronteiras conta com um restaurante chamado Cabeça de Vaca, com vista ao encontro do Rio Iguaçu com o Rio paraná na Tríplice Fronteira.

Rio Paraná

Não se sabe o certo quem e quando o Rio Paraná foi encontrado pela primeira vez. Entretanto, sabe-se que o povo que ali existiam eram os Tupis e os Guaranis.

Para eles, Paraná significa “semelhante ao mar”, devido ao seu alto fluxo de água. Além disso, Paraná significa canal entre dois rios e separado do curso principal.

Outro ponto interessante na história do Rio Paraná é que ele foi extremamente importante na Guerra do Paraguai. De 1865 a 1870, a Tríplice Aliança (composta pela Argentina, Uruguai e Brasil), entrou em guerra contra o Paraguai e o rio Paraná foi o palco de um marco importante.

Durante uma guerra naval realizada nas águas desse rio, a Tríplice ganhou e impediu a entrada de armamentos para o país rival, o que obviamente gerou na vitória final do grupo.

Lenda das Cataratas || Rio Iguaçu

A Lenda das Cataratas se passa no rio Iguaçu e conta uma história de amor entre dois jovens indígenas que viviam na região: Naipi e Tarobá.

A história conta sobre o romance proibido entre os dois, pois a Naipi estava prometida a M’boi, o filho do deus Tupã, como oferenda.

Resumidamente, a tribo dos Caigangues haviam feito um acordo com M’boi para jamais passarem fome e em troca uma linda garota seria ofertada a ele. Esse acordo foi quebrado quando o filho do deus se sentiu traído após descobrir sobre o Tarobá estar apaixonado pela Naipi.

Acabou que um dos melhores hotéis de Foz do Iguaçu recebeu o mesmo nome de um dos personagens da lenda, o Tarobá Hotel. Localizado em um ponto muito bom da cidade, com fácil acesso ao comércio e pontos turísticos da cidade.

Veja também: A lenda das Cataratas

Cataratas do Iguaçu || Via Kiko Sierich

Extensão || Rio Iguaçu e Rio Paraná

Rio Iguaçu

Sua nascente encontra-se na região leste da cidade de Curitiba, a capital do Paraná, sendo o encontro de dois rios, o Atuba e o Iraí.

O Rio Iguaçu possui 6 rios principais como afluentes: rio Negro, rio Jordão, rio Chopin, rio Belém, rio Água Verde e rio Ivo. Sua extensão de 1.320 km do rio Iguaçu percorre ao oeste do estado, desaguando no rio Paraná.

Outra curiosidade inclusa aqui é o fato da foz do Rio Iguaçu estar a 889 km a partir de sua nascente. Ou seja, após as Cataratas do Iguaçu, o rio ainda percorre 431 km até desaguar no rio Paraná.

Além disso, a bacia a qual pertence chama-se Bacia Hidrográfica do Rio Iguaçu, com uma área de 72.637 km² em média. Dentro dessa região encontram-se 5 usinas hidrelétricas que utilizam as águas desse rio:

– Usina Hidrelétrica de Foz do Areia

– Usina Hidrelétrica Governador Ney Aminthas de Barros Braga

– Usina Hidrelétrica de Salto Santiago

– Usina Hidrelétrica de Salto Osório

– Usina Hidrelétrica de Salto Caxias.

Rio Paraná

O Rio Paraná é o principal formador da Bacia da Prata, que abrange o Brasil, o Paraguai, o Uruguai, a Argentina e a Bolívia. Sua extensão é de 4.880 km ao todo, sendo o segundo maior da América do Sul e o 8° maior do mundo. Bastante, não é?

A nascente do rio fica na divisa entre os estados de São Paulo, Minas Gerais e Mato Grosso do Sul, sendo seus principais afluentes o rio Grande e o rio Paranaíba.

Logo após chegar na divisa Brasil-Argentina, onde deságua o Rio Iguaçu, seu percurso passa para dentro da Argentina, segue até sua foz no rio da Prata.

Uma fato importante a acrescentar aqui é a presença da Usina Hidrelétrica de Itaipu, marcando também a fronteira do Brasil com a Argentina.

Veja também: Combo Maravilhas em Foz

Usina Hidrelétrica Itaipu Binacional || Cedida pelo atrativo

Desastre ambiental || Rio Iguaçu

No dia 16 de julho de 2000 o Rio Iguaçu sofreu o maior desastre ambiental do Paraná junto com o Rio Barigui. Nessa data, 4 milhões de litros de petróleo espalharam-se por mais de 40 km, prejudicando em grande escala a fauna e a flora local.

O desastre aconteceu devido a um vazamento de um duto da Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar). De acordo com a mídia e com a empresa, tudo ocorreu devido a uma sucessão de erros de funcionários da estatal, porém a categoria petroleira acredita o contrário, que o causador foi a política de sucateamento da empresa, cujo propósito era a privatização no governo de Fernando Henrique Cardoso.

De acordo com os especialistas, a cada 8 animais resgatados apenas um conseguia sobreviver. Entretanto, felizmente, a recuperação do rio foi rápida e o tratamento foi feito da melhor forma possível. Os efeitos podem ser sentidos até hoje, porém em pouca escala, considerando a rapidez do procedimento da restauração.

Veja mais: 15 anos do maior acidente ambiental do Paraná.

Biomas || Rios Iguaçu e Paraná

Os rios Iguaçu e Paraná encontram-se em dois biomas brasileiros, sendo eles o Cerrado e, principalmente, a Mata Atlântica.

Essa localização contribui para a existência de uma grande diversidade da fauna e da flora nos seus arredores. Entretanto, justamente por conter uma grande variedade e, ocasionalmente um bom solo, os ciclos econômicos do País nessa região ocasionou um grande desmatamento da área.

Veja também: Guia de atrativos das Cataratas do Iguaçu

Extra

Você sabia que o Parque das Aves é o único estabelecimento da Améria Latina focado na preservação das aves da Mata Atlântica?

O local trabalha com o cuidado das aves, resgatando os animais de contrabando e devolvendo-os a natureza quando há possibilidade. É um trabalho lindo e o local promete a diversão.

Veja mais: Guia do Parque das Aves

Conclusão

E aí, o que achou dessas curiosidades? Muito legal conhecer mais sobre os lugares que você visita.

Fique por dentro de outros assuntos legais em nosso blog e não perca os pacotes incríveis que temos para oferecer e poder conhecer a cidade das Cataratas. Faça como a Jully Molinna que se hospedou no Tarobá Hotel e teve experiências incríveis.

Mande para amigos, familiares e quem você quiser e compartilhe essas novas curiosidades que agora você também sabe!

Feito por, Diego Brito.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezessete + onze =